Olá,

 

Começo este texto por dizer que os nossos  Akitas são familia e NÃO vivemos da criação de Akitas! 

Devido ao elevado número de e-mails que têm chegado até nós sendo que em alguns desses e-mails surge uma pequena confusão com um outro site muito similar ao nosso sou obrigado a fazer a seguinte declaração de interesses!

Toda a informação presente neste site incluindo este paragrafo é da minha inteira responsabilidade e lamento ter que fazer esta declaração contudo é importante para o vosso esclarecimento. 

Como em tudo na vida e mais ainda na criação de animais e neste caso animais de companhia, é preciso ser muito húmilde, não ser feirante e acima de tudo respeitar uma raça considerada como Património no Japão (para quem souber um pouco da história do Japão, sabe do que estamos a falar), e tornar uma raça Única numa raça banal pois segundo outros criadores "temos que responder à procura de mercado" - ainda hoje acordo todos os dias a perguntar como é possivel alguem escrever uma coisa destas num site e do mesmo modo valorizar o seu trabalho como se fosse algo de extraordinário! 

 

Apenas uma pequena ressalva,  em 5 anos que possuo Akitas e que pensei em fazer criação tenho no meu registo junto do Clube Português de Canicultura duas ninhadas (  2 ), e não possuo mais porque algo de errado se passou mas sim, porque como disse, os meus AKITAS são FAMILIA e não uma máquina de fazer cachorros e não faço dos meus cães a minha forma de viver nem o meu trabalho diário e daí falar com toda a clareza!

Logo no inicio desta aventura fui acusado por alguns de querer fazer ninhadas atrás de ninhadas como se de comércio se tratasse e como podem ver em 5 anos apenas tenho duas ninhadas registadas e não possuo ninhadas por registar como acontece com muitos, e todos os meus cachorros saem com o meu afixo MAKESURI. 

Graças ao trabalho árduo da minha mãe tenho uma excelente profissão de que muito me orgulho, onde sou muito bem remunerado e não necessito de criar cachorros (não tendo nada contra quem o faz uma vez que possuo bons amigos na mundo canino que vivem das suas criações, mas mais uma vez não criam a granel.), para viver. 

 

Infelizmente existe o caso de quem decide criar a raça Akita Inu massivamente e infelizmente aqui é que começa todo o problema.

 

Um criador cria uma raça porque a valoriza e não para a massificar e tirar o máximo de dividendos da mesma onde o mais importante é o valor obtido por essas ninhadas, e não estamos muitas vezes a olhar para aquilo que fazemos. (Ex. criar mais que uma vez/ano com a mesma cachorra e mesmo a criação entre pais e filhos e entre mesmo irmãos).

 

Um criador que valoriza a raça não cria com uma cachorra mais que uma vez ao ano e muito menos precedido de uma cesariana!

Um criador na verdadeira essência da palavra não faz parcerias para "corresponder à procura de mercado" . Passamos de uma criação que devia ser seletiva para uma massificação da raça e onde, mesmo recorrendo às parcerias, essas pessoas têm que cruzar pais com filhos. 

Sabemos que FCI (Federação internacional Canina) permite que sejam registados os filhos destes progenitores, que no meu entender, não devia aceitar e basta perceber um pouco e procurar na internet para saber os problemas que daí surgem como, mais uma vez, no meu entender é moralmente reprovável! 

Sei bem, que as parcerias podem ser úteis quando queremos atingir o objectivo de obter/procurar a excelência e encontramos um cachorro ou cachorra que achamos que corrige as "imperfeições" de algo no nosso Akita, mas NUNCA deve ser usada para massificar a raça!

Um criador que queira ser reconhecido pelo seu trabalho não o pode fazer recorrendo à elevada criação num curto espaço de tempo, é contra natura - não devia valer tudo!  

Um criador que realmente procure excelência não cria constantemente com o mesmo Macho, mas mais uma vez, não existe tempo nem disponibilidade para procurar alternativas, pois segundo esses criadores temos que responder à procura de mercado!

Quando temos por base a venda mercantilista, as coisas num futuro próximo podem não dar bom resultado. 

Infelizmente neste mundo (canino e não só), as boas práticas por vezes são esquecidas ou ultrapassadas pois os fatores económicos falam mais alto, por isso e não só, essas mesmas pessoas são "obrigadas" a colocar informação dúbia e errada no seu portal, informação essa que é facilmente digerida por quem não se informa e/ou sabe! 

Não menos importante, mas infelizmente mais importante para outros é a certeza ou a falta de conhecimento daquilo que estão a somar para obter os titulos dos seus cachorros, pois isso por vezes depende da disponibilidade de cada um para ir ou não às exposições (mas até aqui por vezes o tabuleiro do jogo está inclinado), das prioridades da sua vida, ou se aqui também surgem nas contas cachorros que não sendo próprios encaixam no conceito criado das parcerias para tentarem de algum modo parecerem grandes quando na realidade são muito pequenos.

 

No meu entender os verdadeiros títulos são aqueles que sentimos quando vemos na cara das pessoas a sua alegria quando lhe entregamos um cachorro e depois nos ligam a dizer que estão felizes com o novo membro da familia e um obrigada por tudo... Isso para mim é que são TITULOS e VITÓRIAS. 

E como eu, Fábio Oliveira, sempre irei falar abertamente das coisas, não tendo telhados de vidro, e não vivendo de nenhum modo da criação que faço, irei sempre falar a verdade mesmo que esta doa a muita gente, mas só com contra informação é que podemos realmente fazer um juízo das coisas.

Infelizmente Portugal é um país pequeno, com grandes seres humanos, mas também com alguns seres inúteis que deviam tentar ver a árvore e não apenas duas folhas!

Espero que este seja um texto útil e que sirva de informação mas, acima de tudo de ensinamento pois nem sempre aquilo que nos querem mostrar é o que realmente nos interessa ver. 

Fábio Oliveira

 

 

 

 

 Copyright © 2020 Akitainu.pt. Todos os direitos reservados | All rights reserved.

 

 

Todos os direitos de autor e demais direitos de propriedade intelectual inerentes aos textos, imagens e outros conteúdos em geral disponibilizados neste website, são propriedade de Akitainu.pt ou usados por este com a autorização do respectivo proprietário. A reprodução total ou parcial do website para fins comerciais é proibida, assim como a sua alteração ou incorporação em qualquer outro artigo, publicação ou website sem consentimento prévio de Akitainu.pt .