Cuidados

 

É muito fácil cuidar de um Akita. É suficiente pentear uma vez por semana. Uma vez ao ano os Akitas têm uma

queda de pelo muito acentuada de duração curta e nessa altura é conveniente usar um pente metálico de dentes largos.

A sua cor branca não é razão de preocupação pois o pelo limpa-se por si só. Isto significa, que banhos e champô não são necessários, bastando apenas lava-los ocasionalmente com água será suficiente. Os Akitas não possuem um cheiro desagradável e não possuem aquele cheiro normal de cão, lidam bem com o calor e não se babam. Os Akitas quando familiarizados irão gostar de água e de banhos.

As cadelas têm o cio duas vezes ao ano e dura normalmente 15 a 22 dias. Elas são muito asseadas, o que faz com que nos primeiros dias não se note que o cio começou.

 

 

 

 

 

Carácter

 

Os Akitas são muito inteligentes, equilibrados, confiáveis, disciplinados e muito atenciosos. São cães de guarda excecionais, no entanto só latem quando estritamente necessário. No caso de barulhos estranhos a fêmea será sempre a primeira a ir ver o que se passa, caso não consiga “solucionar” o problema tem um latido especial de chamamento do macho. Os Akitas são muito desconfiados com estranhos e devotos para o seu mestre e família. Uma grande vantagem desta raça é que nunca reage imprudentemente. Um Akita primeiro anuncia a sua intensão e só depois reage. Considerando que no passado eles eram usados para caça de ursos, eles ainda hoje possuem esse instinto desenvolvido.

 

Existe um proverbio japonês que descreve os Akitas muito bem: “ Delicado no coração mas corajoso e forte à superfície “.

 

 

 

 

Educação

 

No que diz respeito à sua educação, antes de mais é preciso ser consistente. A educação deverá começar logo no primeiro dia em que o cachorro entra em casa. Os Akitas adoram ser dominantes (especialmente os machos) e se não se impuser como líder, ele vai-se aproveitar.

Os Akitas podem ser cães ideais para quem procura obter tudo de um animal de estimação. Se for o seu desejo o Akita poderá tornar-se “um brinquedo de criança” , “um urso de peluche”, um amigo dedicado, um grande protetor, um guarda costas e um companheiro leal que o irá respeitar em todas as suas ordens. 

Independentemente da educação, é importante ser justo, sempre consistente e realizar tudo com amor, uma vez que os Akitas irão realizar todas as suas ordens com alegria e prazer se sentirem o amor por parte da parte do seu líder.

Os Akitas respeitam os comandos básicos de qualquer membro da família, no entanto, só irão reconhecer um único líder ao qual irá acatar todas as ordens incondicionalmente.

 

 

 

 

Comportamento Social

 

Os Akitas são cães dominantes e este comportamento é facilmente verificado num macho podendo agir agressivamente quando em contato com outros cães (especialmente se forem do mesmo sexo). Mas isso não significa que a coexistência seja impossível. Se o ensinar corretamente, o Akita será disciplinado e você poderá dar passeios com ele e com outras raças, mas apenas no caso dos outros cães não tentarem ser dominantes também – porquê o Akita tem que ser o “chefe”.

Gatos e outros animais não são problemas para o Akita se lhe forem familiarizados.

 

No que se prende ao comportamento com crianças os Akitas são excelente companheiros, contudo em crianças muito pequenas terá que existir um cuidado especial  para não permitir que as crianças vão longe de mais nas brincadeiras. (este parágrafo serve para qualquer raça)

Quando inseridos aquando de pequenos no meio onde já existem outros animais não terá nenhum problema de sociabilização. Aquando do contrário poderá ter alguns problemas.

Os Akitas defendem o seu território muito corajosamente.

Na nossa opinião os donos fazem o cachorro e no caso especifico dos nossos Akitas nunca tivemos um único problema com eles mesmo aquando de caminhadas onde existem outros machos e mesmo Akitas no grupo pois desde pequenos entraram em contato com outros animais. Este é um passo importante para o seu desenvolvimento.

Exercício e caminhadas 

As ordens já aprendidas pelos Akitas não necessitam de ser repetidas frequentemente.

Uma vez ensinado ao seu Akita um comando é necessário apenas repetir esse comando uma vez por mês mesmo que em tom de brincadeira.

Os Akitas possuem uma enorme resistência, gostando de caminhadas e de se sentirem livres, contudo eles não ficam tristes se o passeio não acontecer. Antes de mais, os Akitas adoram companhia humana e ficam totalmente satisfeitos se estiverem o dia todo com o seu líder e família.

Doenças Conhecidas

Existem algumas doenças que afectam especialmente os cães. Depende da raça, idade,  linhagem bem como de factores hereditários.

Felizmente para muitas das doenças já conhecidas( Cinomose, Coronavírus, Dermatofitose, Dirofilariose, Esgana,

Giardíase, Hepatite viral canina, Insuficiência Renal, Leishmaniose, Leptospirose, Parvovirose, ect) , existe uma cura ou até mesmo um tratamento. 

No caso especifico do Akita existem três doenças que são as mais recorrentes como é o caso da Displasia da anca, Sindrome Úveo Dermatologico e a Adenite Sebácea. No caso da primeira existem atualmente exames onde podemos verificar se o animal é ou não portador de displasia de anca. No que se prende aos nossos Akitas todos eles possuem certificado de isenção de displasia de anca e possuímos conhecimento de isenção dos seus respectivos progenitores até à 3ª geração.

 

Em relação ao Sindrome Úveo Dermatologico esta é uma doença rara, que tem como causas fatores imunomediados  (devido ao funcionamento anormal do sistema imunológico) não totalmente esclarecidos.

 

Os animais com esta síndrome produzem anticorpos contra os melanócitos, células presentes nos olhos e também na pele, responsáveis pela produção de melanina, pigmento responsável pela coloração da pele e pêlos, presente também nos olhos, levando ao quadro de panuveíte granulomatosa ( inflamação generalizada  dos olhos), despigmentação da pele e dos pelos. 

A síndrome úveo dermatológico não tem cura e o  tratamento deve perdurar por toda a vida do animal.

Esta é uma doença também predominante em Husky Siberiano, Samoiedo, Chow Chow, Setter Irlandes, Teckel, Pastor de Shetland, São Bernardo, Old Englis Sheepdog e Fila brasileiro.

O único teste que pode ser efectuado no que aos olhos diz respeito é um ECVO*. Todos os nossos Akitas possuem um ECVO para o despiste de problemas oculares e não foram detectadas quaisquer anomalias. É importante realçar que com o ECVO* estamos a despistar problemas hereditários e sendo o síndrome Úveo Dermatologico de causas imunomediados existe sempre uma possibilidade de um dia vir a desenvolver a doença. 

No que se prende à Adenite Sebácea mais uma vez é uma doença rara sendo esta muito mais complexa que o Sindrome Úveo Dematologico. 

A Adenite Sebácea é descrita como uma doença cutanea idiopática rara ao qual foi proposta uma hereditariedade do tipo autossómico recessivo sendo que a patogénese exata é ainda desconhecida. Infelizmente a AS é bem mais complexa que isso...

Para pessoas que não estão muito familiarizadas com genética, o ponto de partida é levar em conta que os genes vêm em pares, dos quais os cães herdam um gene da parte da mãe e outro do  pai. Ao olhar para os padrões da sua linhagem, a situação mais simples para descrever é quando um problema de saúde é "dominante" e só tem um gene mau para se expressar. Estes problemas são bastante fáceis de resolver e cães com problemas herdados não devem ser usados para reprodução.

 

No entanto, alguns problemas não são dominantes e, em vez disso, têm um componente recessivo. Estes precisam de dois genes para resultar em um bem sucedido "mau par". Mas se um cão acaba por receber apenas um gene problemático dos progenitores então o problema não aparecerá.

O último é, naturalmente, benéfico para o próprio cão (como não terá esse problema específico), mas ainda é um portador, por isso, quando este cão é usado para a reprodução, este pode transmitir o  gene "mau".

Infelizmente a Adenite Sebácea é uma doença genética mais complexa com uma herança poligenética, o que significa que mais genes estão em jogo. A maneira que eu costumo explicar isso é compará-lo com um puzzle.  Para que o puzzle da Adenite Sebácea seja concluído, um cão precisa receber uma quantidade certa de "peças do puzzle" da AS.

Não existe nenhum teste em que nos seja possível determinar se algum dos nossos Akitas possuem esse tal gene mau. Infelizmente só nos é possível chegar a essa conclusão após uma criação e surgir algum cachorro dessa ninhada com esses sintomas. 

No que se prende ao tratamento e considerando que a AS é uma doença cutanea que não tem impacto na condição geral, o objectivo do tratamento é a restituição da funcionalidade da barreira cutanea o que inclui a remoção do excesso de escamas, evitar infecções secundárias, melhorar a qualidade e crescimento do pelo. A AS não tem cura e o seu tratamento será sempre a longo prazo. 

Pretendemos ser claros em relação ao carácter, comportamento e até mesmo doenças desta raça pois achamos que enquanto criadores temos o dever  de informar futuros proprietários de todas as suas características quer sejam boas ou menos boas.  

*Destinado a cães de raça pura, este certificado é realizado a partir de um exame oftalmológico anual. Permite fazer o despite de doenças oculares hereditárias, a partir do qual se estabelecem recomendações referentes ao cruzamento do animal. Este certificado tem como objectivo o correto apuramento da raça e só pode ser realizado por médicos veterinários diplomados pelo European College of Veterinary Ophthalmologists (ECVO). De momento apenas existe um médico em Portugal certificado para realizar este exame. 

 Copyright © 2019 Akitainu.pt. Todos os direitos reservados | All rights reserved.

 

 

Todos os direitos de autor e demais direitos de propriedade intelectual inerentes aos textos, imagens e outros conteúdos em geral disponibilizados neste website, são propriedade de Akitainu.pt ou usados por este com a autorização do respectivo proprietário. A reprodução total ou parcial do website para fins comerciais é proibida, assim como a sua alteração ou incorporação em qualquer outro artigo, publicação ou website sem consentimento prévio de Akitainu.pt .